• Banner1
  • Banner 2
  • Banner 3
  • Banner 4

Eventos

O Churras da Produção é um evento de um final de semana inteiro por semestre, realizado em uma chácara nas proximidades de São Paulo. Durante esse final de semana, com direito a muita carne feita por um churrasqueiro profissional, pessoas de todos os anos da Engenharia de Produção aproveitam para se conhecer, conversar, dançar, criar amizades e se divertir bastante! Não deixe de ir!

O JIP, Jogos InterProdução, é a única competição esportiva externa que o CAEP participa independente da Atlética da Poli. Ocorre em abril ou maio na cidade de alguma entidade participante, usualmente em São Carlos. Os Jogos são disputados por 8 faculdades, sendo elas 7 fixas (Poli, UFSCar, CAASO, Unicamp, Sorocaba, Facamp e UFTM) e uma convidada. Como diz o nome, a participação na competição é exclusiva aos cursos de Engenharia de Produção, cabendo ao CAEP a organização dos times e da viagem. Além dos esportes, como Futebol, Basquete, Vôlei e Handebol, o evento conta com duas festas imperdíveis e muita integração.

Copa CAEP é uma competição tradicional, com sua penúltima edição realizada em 2010, mas que voltou a figurar no calendário do CAEP nesse ano de 2016. A competição é realizada normalmente entre 16 times, com jogos realizados aos domingos ao longo de 1 ou 2 meses. As equipes, como no CAEP Soccer Night, são formadas por jogadores da Poli e de fora, sendo que a única restrição é que existam ao menos 2 jogadores politécnicos no elenco. Além dos jogos, o torneio é uma ótima oportunidade para conhecer novas pessoas e torcer para seus amigos.

Populamente conhecido como CSN, o CAEP Soccer Night é um evento realizado com frequência no ano. A competição consiste em um torneio para 6 a 8 times, realizado em uma única noite. As equipes, como na Copa CAEP são formadas por jogadores da Poli e de fora, sendo que a única é que existam ao menos 2 jogadores politécnicos no elenco. Os jogos são normalmente realizados em um campo fora da USP, onde também ocorre venda de comida e bebida para os participantes e torcedores.

Outro evento costumeiro no calendário do CAEP é o CAEPub. Na ocasião, o centrinho é fechado e transformado em um autêntico pub, com luzes verdes, mesas para jogos de baralho e até música ao vivo. O evento serve também como confraternização com veteranos e formados produteiros, que adoram retornar a faculdade e conhecer os novos membros do CAEP.

O CAEPoker é um dos eventos mais comuns do CAEP, sendo realizado diversas vezes no ano. O jogo é realizado no próprio CA, onde são organizadas 2 ou 3 mesas, dependendo da quantidade de inscritos. O Poker é no estilo Texas Hold'em e em forma de campeonato, com premiação para os primeiros colocados. Além do torneio, são vendidos petíscos e bebidas para os participantes, como amendoins, queijos e afins.

13559192 1101206423282627 1142318097590831056 o

A Capitu foi a primeira festa que o CAEP organizou completamente sozinho, sem parceria com outras entidades da Poli ou da USP. A primeira edição aconteceu no dia 6 de novembro de 2015 e foi um absoluto sucesso! Com a proposta de fazer uma festa universitária exclusivamente de música brasileira, o CAEP se inspirou em festas como a Patropí e a Eu Vou Chamar o Síndico para criar a Capitu. A festa, tida como uma das melhores da Poli em 2015, foi muito elogiada especialmente pela música, pela decoração e pelo open bar. Em 2016, a Capitu aconteceu no dia  de julho com o tema "Existe amor em SP". Novamente, a segunda edição da Capitu foi muitíssimo elogiada e estabeleceu definitivamente seu lugar como uma das melhores festas politécnicas.

pat

A primeira edição da Poli à Trois ocorreu no dia 22 de maio de 2015. A festa surgiu como uma das primeiras da Poli fora da Cidade Universitária. Em 2014 foram proibidas as festas grandes na USP, que até então aconteciam no Velódromo, então CAEP, CEC e CAM se juntaram para idealizar uma festa nova, em uma casa de eventos no Butantã. Durante o IntegraPoli o CAEP é rival declarado dos centrinhos da Mecânica/Mecatrônica e da Civil/Ambiental, mas a união dos três deu mais do que certo para organizar a festa! Com Bonde do Tigrão no line-up, a Poli à Trois foi um sucesso de vendas e os ingressos esgotaram.

Em 2016, os três Centros Acadêmicos se juntaram novamente para a segunda edição da Poli à Trois, que foi no dia 29 de abril e contou com MC Sapão. Nessa segunda edição, a união novamente deu muito certo e fez uma festa inesquecível.

A Festa Junina é provavelmente a festa mais tradicional da Poli. Todas as entidades do Diretório Acadêmico participam da organização: Atlética, AEQ, CAEP, CAM, CAPS, CEC, CEE, CEN, CMR e Grêmio. Ela acontecia até 2014 no estacionamento da própria Poli, onde cada entidade tinha suas barraquinhas de jogos de festa junina com comidas e bebidas. O CAEP tem duas das barraquinhas mais populares: a barraca de doces e o jogo Embebedados, onde o participante joga um dado com um tipo diferente de bebida em cada face e ganha um copo de acordo com o resultado do dado. Agora que não se fazem mais festas dentro da USP, o Diretório Acadêmico tem o grande desafio de fazer a Junina acontecer em algum local fora da Cidade Universitária.

Em 2016, a festa retornará após um ano de hiato. Ela ocorrerá dia 19 de agosto e está gerando muita expectativa entre os politécnicos, especialmente entre os ingressantes de 2014 para trás, que já estiveram em Festas Juninas da Poli e aguardam ansiosamente para matar a saudade!

Após a realização de todos os processos burocráticos que a matrícula na Poli requer, nada melhor do que aproveitar o resto do dia na Festa da Matrícula. Sempre realizada no 1º dia da matrícula, a Festa é organizada pelo Diretório Acadêmico da Poli (Atlética, Grêmio e os 7 Centro Acadêmicos) e conta também com a presença dos grupos de extensão. Com o intuito de aproveitar o momento da recém aprovação na Poli, conta com diversas brincadeiras entre os bixos e veteranos, com tintas, lama e mais coisas. Há um espaço reservado para que os pais possam ficar e acompanhar a diversão dos seus filhos politécnicos… O clima na Festa é bem tranquilo, nada é feito sem o consentimento dos participantes. O intuito é a diversão, e não o trote violento. Além disso, durante a Festa da Matrícula ocorre, normalmente, doação de cabelo para entidades sociais e doação de materiais para estudos para o vestibular.

O IntegraPOLI, carinhosamente chamado de Integra, é uma gincana tradicional politécnica que envolve os 7 CAs (Centros Acadêmicos) e está em sua 35a edição em 2016. O principal objetivo é a integração entre veteranos e bixos, entre os bixos de todas as engenharias, e, basicamente, a Poli toda nas mais atípicas atividades para uma universidade.

O evento em seu total dura um mês inteiro e é dividido em 3 partes principais: A Lista, O Caça e A Semana do Integra. Para que esse evento aconteça, é formada uma Comissão Organizadora (C.O.) com alguns alunos, normalmente pessoas mais velhas da Poli, que organizam tudo e são os juízes.

Oficialmente, o Integra começa quando é divulgada A Lista. Ela é basicamente uma lista de tarefas a serem cumpridas no prazo de um mês, aproximadamente, e possui em torno de 80 itens que variam desde encontrar ou criar objetos, desvendar enigmas, realizar provas, criar fantasias, até contatar celebridades para que vistam a bata do C.A. e tudo de mais louco que você pode imaginar. Cada um dos itens possui uma sua pontuação. Parece simples falando assim, certo? Mas realmente só se entende a complexidade da Lista quando se lê os seus itens.

Depois de três semanas de correria com A Lista, começa O Caça. Sim, é um caça incessante ao tesouro pela USP! Tem duração de aproximadamente 100 horas ininterruptas. É quase impossível descrever as pistas, mas, basicamente, são enigmas absurdos que fazem referência ou a algum lugar de dentro da USP, qualquer lugar mesmo, ou a algum objeto que podemos encontrar na internet, por exemplo. O Caça reúne pessoas de todas as gerações no CAEP, desde bixos até pessoas formadas muitos anos atrás. Pode parecer loucura, e é, mas apesar do cansaço, quando se acha uma pista nova, se consegue ânimo, não se sabe de onde, para seguir em frente e achar o Tesouro. E por último, na última semana desses 30 dias, começa A Semana do Integra. Durante a Semana, acontecem diversas provas: algumas estão presentes todos os anos, como Teatro, Cabo de Guerra, Bandejão, Velocidade, Resistência e Dança e algumas provas que são surpresa, por exemplo, parede de escalada no estacionamento. Tem provas de veteranos e muitas provas de bixos. Tem lugar para todos que queiram correr o Integra pelo CAEP: desde aqueles que querem dar a vida até os que só querem dar uma ajudinha. Gostaríamos que todos participassem pela experiência e diversão e não queremos que ninguém se sinta obrigado a participar de algo que não goste. Então fiquem à vontade para participar ou simplesmente torcer!

Quando chega o fim do Integra, a CO divulga os resultados nomeando o campeão do ano. O CAEP, o maior campeão, com 11 títulos, tinha ficado 2 anos sem levar a taça. Porém, em 2016, com uma participação impecável, o CAEP se sagrou undecacampeão! A disputa desse ano foi extremamente competitiva, sendo definido o campeão apenas na última prova. Por isso, em 2017, o CAEP precisa da ajuda de todos para conseguir novamente conquistar do título do Integra!

Fundado no dia 2 de agosto, o CAEP realiza todo ano, normalmente na segunda semana de agosto, a Semana de Aniversário. É uma semana repleta de atividades feitas pelo CAEP para os alunos, desde campeonatos de video-game (FIFA, Smash), exibição de filmes na nossa TV com pipoca e refrigerante, venda de doces, jogos de cartas, CAEPubs… O aniversário é do CAEP, mas tudo é pensado para os alunos!